Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Fechar

Audience Network: as atualizações do Facebook vão afetar minha taxa de conversão?

Recentemente (19/09/17) o Facebook para Empresas disponibilizou aos anunciantes novas opções de veiculação de mídia na rede social. A partir de agora, toda campanha poderá ser otimizada de acordo com os novos posicionamentos presentes no Audience Network.

Diante de toda essa novidade, nós da Nação Digital, levantamos algumas dúvidas bem comuns, relacionadas a como essas mudanças podem melhorar sua taxa de conversão e contribuir para resultados ainda mais satisfatórios na rede social.

O que é, na prática, o Audience Network?

Como mencionamos acima, tratam-se de novas opções de veiculação de anúncios dentro e fora do Facebook. Fora? Como assim?

Muito simples, suas campanhas poderão ser veiculadas além do Feed de Notícias do Facebook e Instagram, para outros sites e aplicativos parceiros da rede social. Ou seja, nós anunciantes teremos muito mais poder de alcance qualificado e, consequentemente, mais conversões.

Vale ressaltar que obter e manter um ROI satisfatório no Facebook não depende apenas das opções de veiculação de mídia, obviamente. Antes de tudo, você deve focar seus esforços em:

– construção de uma, ou várias, audiências personalizadas;
– otimizar corretamente os objetivos por nível de campanha;
– rastrear e monitorar os eventos através das tags, devidamente estruturadas no site;
– aplicar de forma estratégica a sua diluição de verba, seja por post no Feed, anúncios de CPC, CPV, orçamento diário ou vitalício.

No final deste post, listamos pra você uma série de boas práticas recomendadas para obter sucesso nas suas campanhas de Facebook, mas já já retomamos este assunto. Ok?

Afinal, o que muda?

Há um bom tempo temos anunciado no Facebook por meio dos formatos padrão da plataforma, são eles: feed de notícias, feed do Instagram, colunas personalizadas, vídeos no feed ou CPV e canvas.

Com a integração do Audience Network, novos formatos foram adicionados e outros aperfeiçoados, são eles: Instant Articles, Videos in-stream, vídeos sugeridos, stories do Instagram, banners em Native Ads, aplicativos parceiros, vídeos com incentivo e messenger.

Bastante coisa, né?

Perceba que agora você pode tirar proveito dos novos posicionamentos em prol da sua loja. Uma vez que os anúncios poderão estar relacionados a artigos, assuntos, discussões e informações (que estão diretamente relacionadas ao mercado do seu negócio, e agora, dentro e fora da rede social).

De maneira bem sutil, o Facebook nos dá a entender que o futuro dos anúncios em display tendem a ser cada vez mais atrelados ao interesse diário e pontual do consumidor.

Por se tratar de uma rede de Display, torna-se cada vez mais difícil converter apenas com o apelo visual. Devemos ter em mente que o apelo visual do seu anúncio deve estar respaldado em um interesse real e latente da sua buyer persona.

No Facebook estes interesses podem ser descobertos através notícias que interessam o usuário, discussões, videos assistidos, páginas curtidas, interação em posts de terceiros, check-in, e por aí vai.

Cada ação, cada clique, cada leitura realizada pelo usuário, constrói um terreno extremamente irrigado por interesse real.

Cabe a nós, a apropriação correta e estratégica desses interesses, para convertê-los em compras!

Gastarei mais nas minhas campanhas?

Depende. Superficialmente falando, sim, será preciso investir mais para alcançar os novos posicionamentos. Contudo, este não é o ponto de vista correto.

Ao investir em posicionamentos mais atrelados aos interesses reais de uma buyer persona, podemos maximizar a captação de cliques qualificados. Estes resultarão em tráfego de qualidade e, por fim, aumento significativo na taxa de conversão da sua loja via Facebook!

Como posso usar o Audience Network no e-commerce?

Como foi mencionado anteriormente, o sucesso das campanhas no Facebook está relacionado a diversos passos e processos que você deve seguir antes de veicular seu conteúdo, seu post, seu anúncio. Vamos às dicas?

  • Defina suas buyer personas, crie audiências personalizadas no Facebook através de importação de leads qualificados e os exponencialize em lookalikes;
  • Agrupe seus públicos de acordo com o nível de interesse. Identifique o interesse através do processo de captação que você tem utilizado. Lembre-se de agrupá-los de acordo com a camada do funil AIDA, ex: leads de topo, leads de meio e leads de fundo de funil;
  • Instrua sua equipe a criar anúncios por nível de interesse do lead (camada do funil);
  • Aplique seu orçamento de forma estratégica. Campanhas institucionais, que não dependem de sazonalidade, podem rodar por tempo ininterrupto via orçamento diário. Já as campanhas sazonais podem ser melhor aproveitadas através de orçamento vitalício, pois te permite ter maior controle em relação à frequência e desempenho, visto que campanhas pontuais tem objetivos de médio-curto prazo;
  • Acompanhe pelo Analytics cada ação relacionada à sua campanha. Utilize o tag manager para configurar os eventos de conversão na loja e crie os links de destino com o URL builder, para que possa configurar um painel personalizado no Analytics;
  • Por fim, tenha certeza de que seus públicos estão bem construídos, suas tags devidamente configuradas e eventos de conversão definidos. Aproprie-se das novas opções de exposição de anúncios para se aproximar ainda mais da sua buyer persona. Tenha sempre em mente que é fundamental estar alinhado ao interesse real/diário do usuário.

Anuncie e converta!

Esse post foi escrito por Ivan Rezende – Diretor de Performance e Mídia na Nação Digital.

 

Esse conteúdo foi útil?
3.00 avg. rating (63% score) - 2 votes

Quer aumentar o seu ROI?

Contrate a melhor agência de Inbound Commerce do Brasil

Contrate agora

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inbound Commerce – O Maior Blog de Inbound para E-commerce