Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Fechar

5 pequenas mudanças que podem fazer uma grande diferença com inbound commerce

O inbound marketing já existe no Brasil há anos e vem crescendo para setores específicos desde então. O inbound commerce veio para gerar mais tráfego, mais leads e mais vendas para o seu e-commerce e tem apresentado resultados surpreendentes.

Mas mesmo nos lugares onde o inbound já vem sendo aplicado com estes objetivos, algumas pequenas mudanças podem gerar o sucesso da estratégia. Acompanhe as 5 mudanças que irão fazer a diferença em seu e-commerce.

Conheça seu público

Inbound é sobre conteúdo e contexto combinados, que geram a conversão. Quem trabalha com a metodologia do inbound sabe que isso só é possível a partir do conhecimento de seu público-alvo ou buyer persona.  O erro está na hora da definição e uso desta persona.

A melhor forma de definição da persona é a partir do conhecimento real dos consumidores atuais e dos ideais para o serviço ou produto oferecido. Não vale apenas tirar conclusões do que você imagina que seja o correto. É preciso pesquisar:

  • Enviando uma pesquisa aos seus clientes atuais
  • Entrevistando os seus clientes atuais
  • Conversando com pessoas da sua empresa que conhecem o cliente
  • Procurando palavras-chave do mercado nas redes sociais
  • Realizando buscas no Linkedin

Procure ter uma persona principal para não se perder em ações e concentrar-se nos motivos por trás de cada atitude dela. Pense nesta persona para qualquer decisão dentro de sua estratégia.

Conheça o mercado

Você sabe como estão te encontrando nas buscas? Qual a linguagem utilizada por seu público? Quais são as empresas mais facilmente encontradas do setor? O que elas estão fazendo?

As palavras-chave são tópicos definidos para criar conteúdos adequados, aumentando o tráfego online de seu site nas ferramentas de busca a partir da otimização de SEO. É um erro pensar que apenas conteúdos pagos e patrocinados estarão no topo das buscas. O tráfego orgânico, ou seja, o caminho percorrido livremente pelo consumidor até um site, sem interferência de anúncios ou links patrocinados, já totaliza 73,90% da renda de e-commerces.

Procure por assuntos e palavras relacionadas ao seu negócio que estão na boca de quem efetivamente procura e compra seus serviços ou produtos e utilize-as para gerar conteúdo. Mas entenda: esta lista deve ser atualizada constantemente e nenhuma palavra-chave no mundo irá conseguir a atenção de seu público se o conteúdo não for interessante para ele.  

Considere os estágios de compra

Nem todos os visitantes do seu e-commerce estão prontos para a compra. Assim como no inbound marketing, os clientes de e-commerce passam pelas três etapas do processo de compra:

  1. Reconhecimento do problema
  2. Consideração das opções
  3. Decisão

É necessário que o seu e-commerce tenha uma estratégia de conteúdo para converter os 98% dos consumidores que ainda estão nas fases 1 e 2 do processo de compra. Essa conversão acontece quando o usuário fornece suas informações de contato.

Crie o gatilho certo para que ele seja convencido a deixar as informações de contato. Para gerar este gatilho, automatizar suas ações e acompanhar seus leads pelo funil de vendas, é necessário ter estratégias eficientes e bem pensadas para cada tipo de público em cada estágio.

Acredite no segredo da segmentação

Com o inbound commerce você sabe quem entrou na sua loja, quantas vezes isto já aconteceu, quais páginas foram visitadas e por quanto tempo. Isto é o que irá fazer a maior diferença em sua estratégia.

Aproveite os dados conseguidos com visitas e com vendas concretas para segmentar o seu público de forma inteligente. É muito mais barato vender mais para os seus visitantes atuais do que para novos visitantes. Invista nesta venda oferecendo conteúdos específicos a partir de interesses reais por e-mail marketing, conteúdos de valor e landing pages bem planejadas.

Escolha cada estratégia de acordo com um propósito

Nada no inbound commerce é feito sem propósito. Não se faz um site bonito de olhar ou um blog que é interessante ou uma rede social divertida sem um objetivo. Sempre pense em que aquilo irá ajudar no seu negócio. Como irá melhorar a imagem de sua marca, te tornar referência no setor ou gerar mais vendas?

Tenha um propósito. Defina objetivos tangíveis. Considere as fases do inbound. Surpreenda-se com os resultados.

 

blog para e-commerce

Esse conteúdo foi útil?
5.00 avg. rating (93% score) - 1 vote

Quer aumentar o seu ROI?

Contrate a melhor agência de Inbound Commerce do Brasil

Contrate agora

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *