Pesquise por hashtags, nomes, e assuntos Pesquisar

Fechar

Como a vitrine personalizada no e-commerce pode te ajudar a faturar mais

Personalizar a experiência do usuário na loja virtual é o caminho para ter um relacionamento próximo e contínuo com o consumidor, mantendo-o engajado. Essa customização passa pela implantação de uma vitrine personalizada no e-commerce, com campanhas individualizadas.

A personalização no e-commerce nada mais é do que mostrar ofertas customizadas, recomendações de produtos e demais conteúdos para os visitantes com base em navegação, informações demográficas e outros dados pessoais. Ter uma vitrine virtual inteligente garante que os usuários vejam ofertas relevantes para eles.

A importância da personalização pode ser traduzida em números. A consultoria Gartner prevê, até 2020, alta de 15% no lucro dos e-commerces que utilizarem a customização. E mais: em 2018, lojas virtuais deixaram de faturar US$ 756 bilhões por causa de uma personalização malfeita.

Quer saber como a vitrine personalizada no e-commerce pode melhorar os números do seu negócio? Continue a leitura!

jornada-do-cliente-e-commerce

Aumento do ticket médio

A vitrine personalizada no e-commerce consegue aumentar o ticket médio porque faz recomendações de acordo com as preferências do usuário, combinando técnicas de cross-selling e up sell.

No cross-selling (venda cruzada), o e-commerce apresenta produtos complementares àquele que o consumidor se interessou. Essa sugestão, no entanto, precisa ter relação com o item que ele está prestes a colocar no carrinho de forma a estimulá-lo a levar mais de uma mercadoria, e não deixá-lo indeciso sobre a escolha.

Uma loja de artigos esportivos pode trabalhar o cross-selling da seguinte maneira: quando o consumidor se interessa por um tênis de corrida, sugira a compra da meia e da bermuda, por exemplo. É crucial nesse ponto entender a jornada do cliente para fazer uma sugestão assertiva.

Estimule a compra, gerando urgência ao usar mensagens personalizadas do tipo: “Leve 2 e ganhe 50% de desconto na segunda unidade” e “Oferta especial para você”.

A técnica do up-selling (venda superior) consiste em fazer com que o comprador leve o produto de maior valor. Ainda como exemplo a loja esportiva, se o cliente se interessou por uma mochila, exiba na vitrine personalizada do e-commerce um modelo do mesmo estilo, mas de qualidade superior. A chave dessa estratégia é convencê-lo do custo benefício: que vale a pena comprar o produto mais caro porque é melhor.

Melhora na taxa de conversão

As vitrines personalizadas trabalham com recomendações de produtos (“Quem comprou, comprou também”, “Quem viu, viu também”, “Quem viu, comprou também”, “O que os clientes estão vendo agora”).

E como isso é feito? A partir da navegação na loja, os algoritmos entendem o perfil de compra do usuário, que passam a sugerir itens que estão dentro da preferência dele. Com sugestões dentro do esperado, há mais chances da visita converter em venda.

Pesquisa apresentada pela Smart Insights revela que um tipo especial de recomendação – “Quem viu, viu também” – é capaz de gerar 68% da receita de uma loja virtual.

Ao recomendar produtos, a vitrine personalizada do e-commerce funciona como um vendedor de uma loja física, que faz perguntas ao cliente para entender suas preferências e, depois, apresentar uma variedade de itens para que ele decida qual comprar.

No e-commerce, para recomendar os produtos, a vitrine inteligente leva em consideração a busca no site, em qual mercadoria o usuário clicou, qual adicionou ao carrinho, se filtrou por marca, modelo, cor e tamanho.

vitrine-personalizada-e-commerce

Vitrine personalizada no e-commerce: estratégias de cross-selling e up-selling elevam ticket médio.

Experiência do usuário mais agradável

O consumidor aprecia a navegação personalizada, mostra pesquisa da Accenture, uma consultoria digital. Seis em cada dez clientes esperam que as lojas apresentem descontos e ofertas personalizadas. Na Amazon, por exemplo, um terço da receita total vem das recomendações individualizadas.

Use a vitrine personalizada no e-commerce quando o potencial retorno justificar o investimento. Aumentar o ROI (Return on Investment) vai depender de uma customização bem trabalhada, assim como um bom aproveitamento de mídia.

Dicas para vitrine personalizada no e-commerce

Além de mostrar produtos recomendados com base na navegação, histórico e dados pessoais, é possível personalizar com promoções que fazem referência ao clima. Apresente variações para dias ensolarados, chuvosos e para o frio.

Recomende produtos com base na navegação por categorias. A Amazon faz muito isso. Basta entrar no site, logar na conta para observar categorias com base no comportamento anterior de pesquisa.

A localização geográfica é outra forma de usar a vitrine personalizada no e-commerce. Nesse caso, é possível trabalhar com campanhas promocionais para o aniversário da cidade e informações especiais de entrega.

A vitrine personalizada no e-commerce é uma das tendências mais fortes em lojas virtuais. Receba conteúdos sobre gestão e novidades em comércio on-line por e-mail. Assine a nossa newsletter!


Esse conteúdo foi útil?
5.00 avg. rating (90% score) - 1 vote

Quer aumentar o seu ROI?

Contrate a melhor agência de Inbound Commerce do Brasil

Contrate agora

Fala pra gente o que achou

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inbound Commerce – O Maior Blog de Inbound para E-commerce